quinta-feira, 5 de Junho de 2008

Odontologia Forense


A odontologia forense é uma área da medicina que aplica o conhecimento técnico – cientifico da estrutura dentária do cadáver, com fins de identificação.

Os dentes são estruturas fundamentais à identificação médico-legal, devido à sua resistência (à putrefacção, ao calor, aos traumatismos e à acção de certos agentes químicos) e especificidade (cada dentadura é única). A identificação através dos dentes permite o estudo dos aspectos assinalados para a Antropologia Forense, através de métodos de reconstrução e comparação.

Formas de análise da Ontologia Forense:

· Fazem a contagem do número de dentes;
· Têm em atenção a alteração da posição ou rotação dos dentes;
· Detectam as alterações congénitas ou adquiridas (isso leva uma conclusão sobre os hábitos ou profissões de cada cadáver);
· Dão também importância às alterações patológicas ou traumáticas (cáries);
· Detectam, ainda, a existência de tratamentos (amálgamas, coroas, pontes, próteses fixas ou amovíveis).

Outra forma de identificação é através das marcas de mordida. Os dentes são frequentemente usados como armas quando uma pessoa ataca outra ou, quando a vítima do ataque se tenta defender, podendo assim ser possível a identificação do possível perpetrador.

Sem comentários: